Secretaria de Meio Ambiente notifica SLU pelo vazamento de chorume do aterro sanitário

76

(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)

O SLU tem o prazo de 30 dias para enviar relatórios sobre o vazamento

A Prefeitura Municipal de Santo Antônio do Descoberto, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), notificou o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) pelo vazamento de chorume do aterro sanitário que atingiu o córrego Melchior que deságua no Rio Descoberto. Sendo assim, o SLU tem o prazo de 30 dias para enviar relatórios sobre o vazamento. A SEMMA cobrou ainda do SLU, explicações sobre os impactos que o acidente pode causar ao meio ambiente.

De acordo com o secretário da SEMMA “é importante ressaltar que esse vazamento não comprometeu a qualidade da água que abastece Santo Antônio do Descoberto, tendo em vista que a captação feita pela empresa SANEAGO está a montante de onde ocorreu a contaminação’’.

O vazamento do chorume alcançou a redes de águas pluviais e assim o córrego Melchior, que deságua no Rio Descoberto. Segundo o SLU, o vazamento do chorume foi causado pelo entupimento na tubulação que conduz o chorume para a lagoa de contenção, de onde é encaminhado para tratamento na Caesb.

Na próxima semana o prefeito, juntamente com a equipe da secretaria, participará de reuniões com o IBAMA e a ADASA para tratar deste assunto. Vale ressaltar que o Rio Descoberto deságua na barragem de Corumbá, fonte de abastecimento para o Distrito Federal e municípios do entorno.