Educação retoma os Programas Mais Alfabetização e Novo Mais Educação

59

A Prefeitura Municipal de Santo Antônio do Descoberto, por meio da Secretaria Municipal de Educação retomou ontem (09), os programas Mais Alfabetização e Novo Mais Educação, que tem por objetivo auxiliar no processo de aprendizagem dos estudantes da rede pública de ensino.

No total, 1.035 alunos começaram a ser atendidos pelos programas que são realizados com recursos do Governo Federal. Os programas estão sendo desenvolvidos nas escolas: A Caminho da Luz, Chico Xavier, Castro Alves, Cora Coralina, Fernando Sabino, Maria de Lourdes Faustino, Raimundo Gomes e Virgílio Medeiros.

Segundo o secretário de Educação, Mauro da Mata, ‘’a equipe da secretaria trabalha de forma integrada visando trazer para as Escolas e CEMEIs todos os programas que colaborem para aumentar o índice de aprendizado e diminuir a evasão escolar’’.

O recurso para a realização dos programas é enviado diretamente para a conta de cada Unidade Escolar participante, totalizando o valor de aproximadamente 169 mil reais, somando as oito escolas.

Vale ressaltar que as equipes da Secretaria de Educação realizam ações continuas para viabilizar a qualidade de ensino dos alunos de Santo Antônio do Descoberto. ‘’Parabenizo as equipes da educação pelos trabalhos realizados sempre a todo vapor e destaco também o trabalho de prestação de contas, que é de total importância para que programas como estes’’, ressaltou o prefeito Dr. Adolpho.

Programa Novo Mais Educação

O Programa Novo Mais Educação é uma estratégia do Ministério da Educação, que tem como principal objetivo melhorar a aprendizagem em língua portuguesa e matemática, dos alunos do ensino fundamental da rede pública, por meio da ampliação da jornada escolar, sendo ela em horário contrário as aulas. Otimizando assim o tempo de permanência dos estudantes na escola.

Programa Mais Alfabetização

O Programa Mais Alfabetização é uma estratégia do Ministério da Educação, criado para para fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo de alfabetização dos estudantes do 1º ano e 2º ano do ensino fundamental.

*Com informações do Ministério da Educação