Produtores rurais e empreendedores aprendem sobre a produção de peixes

437

Prefeito lembra atuação do município para permitir que agricultores rurais se capacitem para a exportação da produção rural

Por Kleber Luiz

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pesca de Santo Antônio do Descoberto (Sedap) realizou, na quinta-feira (20), o ‘Dia de Campo de Piscicultura’, evento destinado aos produtores rurais e interessados em desenvolver a atividade no município.

Em parceria com a Piscicultura Água Doce, do engenheiro de aquicultura e piscicultor, Artur Matsunaga, que cedeu o espaço para a realização da atividade, agricultores rurais aprenderam técnicas de criação, manejo e escoamento da produção de tilápia.

Para o secretário da Sedap, Eduardo Schulter, especialista e professor na área de piscicultura, o cenário atual propicia o fomento à criação de peixes, dentro do Programa de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas Agropecuárias.

“A piscicultura é a atividade de produção de proteína animal que mais cresce no Brasil e no mundo. Especificamente na produção de Tilápia, espécie que podemos verificar a produção no Dia de Campo, o país já é o quarto maior produtor do mundo.”

Eduardo Schulter lembra ainda que “o estado do Goiás tem evoluído na produção de peixes”, se atualmente ocupa a sexta posição, entre os maiores produtores de tilápia e de peixes nativos, do país. “Santo Antônio tem potencial para produção pela disponibilidade de terras e água. Além disso, a localização do município é favorável para o escoamento e comercialização da produção.

Exportação

Durante o ‘Dia de Campo de Piscicultura’, o prefeito de Santo Antônio do Descoberto, Adolpho Von Lohrmann, falou da importância da atividade rural e da produção de peixes para o consumo humano e a geração de empregos. “Santo Antônio tem todo o potencial para se desenvolver, mas não tinha os mecanismos necessários. Porque os produtores acabam tendo que ir para Brasília e não fortalece as necessidades do município.”.

O prefeito lembrou também que o município direcionou um esforço de algumas ações, a exemplo da aprovação do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT), do Sistema de Inspeção Municipal (SIM), do Ecoturismo, com intuito de contemplar o setor produtivo rural. “Vamos viabilizar a possibilidade do produtor produzir mais. E a ideia é exportar essas produções.”, explicou.

Veja mais imagens no Flicker

Produtores rurais e empreendedores aprendem sobre a produção de peixes